Nem o Mazzola agüentou o Palmeiras hoje…

Acabei assistindo ao jogo S Paulo 0x0 Palmeiras hoje num site com sinal da RAI (rede italiana) e o comentarista era nada mais nada menos nosso José Altafini, o Mazzola. De saco cheio de tanto ouvir comentários ridiculos e tendenciosos dos “profissionais” das diversas TV brasileiras, foi interessante ver desta vez comentarios de gente que está longe do Brasil  e, portanto, não contaminada pelos vicios jornalisticos (e mal caratismo) da imprensa esportiva. Basicamente os pontos que Mazzola mencionou (com os quais concordo plenamente):

– o baixo nivel tecnico geral dos jogadores do Palmeiras, principalmente Juninho, autor de jogadas bizonhas. Passos curtos errados, chutes que passavam longe do gol. Muito esforço. Nenhum resultado.

– o medo de ganhar o jogo. Quando ficou com um mais o Palmeiras chegou a ceder o dominio do jogo ao São Paulo, o que nao fez sentido. Só voltou a dominar no final da partida. Parecia que os jogadores, acostumados a jogar fechados no 4-2-3-1 retranqueiro, nao souberam como agir quando o tecnico Kleina fez substituições e abriu mais o time…

– a expulsão de Lucio (cotovelada em Valdivia) foi considerada “justissima”. Nao acredite se o Neto ou o PVC ou qualquer babaca da Globo tentar de convencer do contrario…

– Valdivia foi o unico jogador do Palmeiras que mostrou qualidade, inclusive comandando os lances de ataque no 2º tempo. Jogou muito bem no final quando deu arrancadas a partir do lado esquerdo.

Brunoro e varios torcedores “Polyanas” do Palmeiras devem estar satisfeitos com o empate… Para mim, dadas as condições do jogo e a rivalidade, teve um gostinho de derrota…

Displiscência Futebol Clube

Ao que parece a displiscência (assumida e confessa) de Kleber Pinheiro ao perder o gol da vitória do Palmeiras no penúltimo lance de jogo se alastrou ao resto do time. Vejam o posicionamento discipliscente de vários jogadores no último lance do jogo que gerou o gol da vitória do Tigre. Tinha jogador lá que parecia que estava se lixando para o que estava acontecendo…

Image

5 points about today’s 2×2 Derby

  1. Given the present gap in squad depth, budget and experience between the two clubs, the draw was psychologically better for Palmeiras. Notice that in the end Tite threw the kitchen sink into Palmeiras and could not win. Our bunch of youngsters and rejects played with determination and focus. Having said that, we should not expect to have the same amount of luck every time against strong oppositions. Palmeiras squad need reinforcement with quality, urgent.
  2. Gilson Kleina, who did a terrific job setting up the right tactics to face the strong and experienced Corinthians, almost lost the game with a wrong move. Replaced the injured Patrick Vieira (at that time our only exit route to the attack) with a slow, defensive midfielder (Charles). It killed Palmeiras counter-attacking options and Charles did nothing to help in the midfield. Having said that, Kleina still remains the right man for the job at the moment.
  3. Wesley takes the honor as one of the best and worst players in the field. He was not shy of the action, taking lots of initiative in the midfield, but his horrible shooting (I was concerned for Pacaembu headlights…) and very selfish behavior (keeping the ball instead of providing clear, obvious passes) were very irritating.
  4. Emerson did a criminal sliding tackle on Wesley in the second half. As expected from ref’s when playing against Corinthians, only a yellow card was given. That did not surprise me at all. What surprised me was the fact that not a single Palmeiras player gave him a payback. Sometimes I feel we do need a mean, bad guy as a captain…
  5. As it became usual, top performances from Henrique and Souza, this time joined by the gutsy performance from Vilson.

Palmeiras wins with speed and anger

Yesterday Palmeiras compensated the clear lack of technical skills of several of their players with tremendous speed and a determination that bordered the anger to beat Sporting Cristal 2-1 at home. With the next two matches away at Paraguay and Argentina, yesterday’s win might prove to be much more important than it seems. With those 3 points in the bag, Palmeiras might need only one more win and two draws to qualify for the next stage of the competition.

Credits go to coach Kleina who molded a group of rejects and youths into a very determined squad fighting for every single ball. His 4-2-3-1 was good enough to win the midfield battle but the lack of quality in Vinicius, the lone striker, and poor penetration on the sides of the field, were compensated by the tremendous speed that the midfielders used to bring the ball forward.

There were two doses of lucky as Palmeiras scored their goals exactly in moments of the game when Cristal had balanced the actions. The first goal, a canon header by Henrique, came when the first half was pointing towards a 0x0 closing. The winning goal, a bomb by the youngsters Patrick Vieira, also came in the second half when the 1×1 draw seemed more likely and the team had serious problems to break the week Peruvian defense.

Much bigger challenges remain ahead (specially this Sunday in the Derby against Corinthians) but one can only build something slowly, one block at a time. Henrique and Souza were the most important players yesterday closely followed by the goalie Prass. Vinicius and Marcelo Oliveira (too nervous for his age…) were the biggest floppies.

The Libertadores Cup this year promises lots of surprising stories, such as yesterday’s Palmeiras “unexpected win” (at least for some sectors of the press) and the home defeats of giants such as Gremio and Boca this week.

Kleina bets on 4-2-3-1 with untested players – it might even work (for a while)

The expectations for Palmeiras performance in this Libertadores Cup are so low, so low… that it might actually work in our favor. At least in the group stages, as we were lucky to fall in a relatively easy group with Sporting Crystal, Libertad and Tigre. Even the international (European) press does not bother about mentioning Palmeiras when reviewing the prospects for this year’s competition. Tim Vickery, BBC’s sport correspondent in South America, wrote an article on how the Brazilian teams are poised to dominate this year’s competition and Palmeiras was (rightfully, I am afraid) ignored.
Fernando Prass;
Veldinho, Vilson, Mauricio Ramos and Marcelo Oliveira;
Henrique and Marcio Araujo;
Wesley, Patrick Vieira and Souza;
Vinicius
This 4-2-3-1 above, including Vinicius as lone striker, Henrique as midfielder and an overpopulated midfield is Gilson Kleina’s new line up for the first game at home against Sporting Crystal. It might actually work since it fills up the midfield but goals might be in short supply as Vinicius does not even come close to Barcos’ quality. And penetration against an ultra defensive Peruvian team might end up depending too much on Veldinho and Marcelo Oliveira, never tested in Palmeiras uniform.
It ends up being very depressive that we are using a make shift line up, full of rejects from other teams, while mounting a squad basically during the completion. Trademark of a chaotic administration by Mustafa’ Contursi and his puppets Paulo Nobre and JC Brunoro (this one, the engineer of the worse football transaction anywhere in history). It might actually work during this weak group stage. There might be a price to be played later on in the playoff games later when facing powerful squads that have been playing together since last year…

Brunoro lesou o Palmeiras em pelo menos 20 milhões

Só mesmos os palmeirenses retardados (aqueles que no fundo deveriam estar torcendo para os clubes onde os torcedores reconhecidamente nao dispõem de um senso critico) para aceitar e justificar a pior transação da historia do futebol brasileiro, envolvendo Barcos, Brunoro, Palmeiras, Gremio e um amontoado de jogadores reservas de pessimo nivel tecnico que nos fizeram engolir como “bom negocio”.

Que o torcedor do Palmeiras, em primeiro lugar, pare de repetir mentiras cujo unico objetivo tem sido justificar um roubo de pelo menos 20 milhoes de reais nos direitos do clube:

  1. Hernan Barcos não foi atras do Gremio para ser negociado. A negociacao toda partiu do Palmeiras inclusive contando com uma agilidade incrivel de Brunoro que trabalhou a noite inteira para que o Gremio (e nao o Palmeiras) obtivesse a melhor fatia desse negocio. Portanto parem com essa balela de que o jogador foi mercenario. E botem o nome aos bois: Brunoro e Nobre acabam de lesar o Palmeiras de cerca de 20 milhoes de reais – isso tem nome. Roubo.
  2. O Palmeiras tem divida, sim, assim como o Santos, o Corinthians, o Sao Paulo, Flamengo, etc. Divida negociavel e passivel de administração. Basta entender um minimo de finanças. E bom senso. Ter uma divida nao significa que tenha que se desfazer de seus bens mais valiosos.

A matematica é simples. Barcos vale 10 milhões de euros no mercado internacional, cerca de 26 milhões de reais. Uma vez que nesse nebuloso negocio envolvendo o Gremio, foram feitos pagamentos entre 4 a 6 milhões de reais (ninguém sabe ao certo pois os detalhes do contrato não foram levados a publico), isso quer dizer que os 20 milhões restantes estao sendo usados para pagar o emprestimo de 4 jogadores que eram reservas no Gremio.

Brunoro, devolva os 20 milhões de reais que voce fez sumir do Palmeiras. Aproveite e peça demissão e nunca mais pise no Palmeiras. A SE Palmeiras não tem mais como ser esse banco que financia tantos negocios mal explicados nas ultimas decadas. Na ganância de roubarem mais e mais do Palmeiras, estão se esquecendo que o torcedor vai aos poucos se enjando e deixando de financiar toda essa festa de dinheiro que beneficia a alguns, mas nunca o time de futebol.

Paz na Terra… e inferno no Palestra

Corinthians campeão da Libertadores, campeão do mundo. São Paulo campeão da Sul-America. E o nosso Palmeiras na 2a divisão.

Amigo palmeirense, quando algum torcedor rival lembrá-lo disso com chacota ou gozação, pense um pouco. Pense no Arnaldo Tirone, autor da pior administração da historia do clube. Ele que foi curtir uma praia logo depois do jogo do descenso. Que pediu autografo para o ex-presidente do Corinthians. Que deixou o clube sem nenhuma força politica nos bastidores. Pense tambem no Frizzo, cujas contratações praticamente transformaram o Palmeiras numa filial do São Caetano.

Quando, irritado, ler artigos na imprensa vangloriando os titulos do rival, quando ver especiais de TV ridicularizando a situação de nosso time, pense em Mustafá Contursi, o grande cerebro detras de decadas de apequenamento do clube, que transformaram o campeão do seculo XX no alvo de chacotas do seculo XXI. Pense tambem em Piraci, Afonso della Monica, e toda a corja de conselheiros que dominaram as decisões do clube na ultima decada. Pense tambem em Belluzzo, eleito como a grande esperança de mudanças, não teve coragem de fazer as mudanças que os novos tempos pediam, e entregou o clube de novo aos abutres.

Pense tambem em Decio Perin, Paulo Nobre, Sergio Moyses, no clube há decadas, membros da mesma quadrilha de conselheiros de que você se lembrou acima. Agora candidatos a presidência. Todos se pintando como agentes de mudança, arrotando profissionalização. Onde estavam eles quando Contursi dominou o clube por 12 anos?

Amigo palmeirense, neste final de ano, época de festas, dedique o seu amor a quem realmente merece: seus familiares, esposa, filhos, namorada, amigos. Mas guarde um cantinho no seu coração para guardar ódio e rancor de toda essa corja que acabou com o Palmeiras nas últimas decadas. Lembre-se sempre quem são os verdadeiros culpados de toda a humilhação futebolistica por que passamos neste lamentável ano de 2012.